Atualidade

COVID-19: abordagem da epistaxe em período de contingência

24 Abr. 2020

O serviço de urgência de Otorrinolaringologia do Hospital de Egas Moniz desenvolveu um documento sobre a abordagem mais segura da epistaxe. Sendo que o sangramento proveniente da mucosa nasal pode ser uma fácil fonte de contágio no novo coronavírus, o documento tem como principal intuito garantir a segurança quer do doente, quer dos profissionais de saúde.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Opinião

Cancro de cabeça e pescoço: o impacto da doença em Portugal
Dr.ª Ana Joaquim, secretária da direção do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço
Nem só de rinoplastias vive o nariz. Sabia?
Dr. João Martins, cirurgião plástico

PUB

Apoio

Mylan