Opinião

Cancro de cabeça e pescoço: o impacto da doença em Portugal

20 Set. 2019

A perspetiva global informa-nos que o cancro de cabeça e pescoço é diagnosticado em cerca de 3000 portugueses por ano. Informa-nos também que, quando diagnosticado numa fase precoce, em estadios localizados, tem uma probabilidade de cura de 80 a 90% com uma modalidade de tratamento. Falamos de cirurgia ou radioterapia. Por sua vez, quando diagnosticado numa fase localmente avançada, a probabilidade de cura baixa para cerca de 50%, com tratamentos multimodais mais agressivos e com sequelas importantes. Infelizmente, em Portugal, a maioria dos 3000 novos casos/ano são diagnosticados nesta fase. É por isso que esta doença mata três pessoas, em Portugal, por dia.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Opinião

Cancro de cabeça e pescoço: o impacto da doença em Portugal
Dr.ª Ana Joaquim, secretária da direção do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço
Nem só de rinoplastias vive o nariz. Sabia?
Dr. João Martins, cirurgião plástico

PUB

Apoio

Mylan